domingo, 15 de setembro de 2013

Filme Círculo de Fogo e nossas projeções de futuro




Ontem eu fui ao cinema conferir mais uma produção hollywoodiana. rsrs... E assisti ao filme Círculo de Fogo. Trata-se da famosa luta entre o bem e o mal, acrescentado do tema "apocalipse". É um filme muito bom, com muitas cenas de ação. Assisti-lo em 3D deve ser muito mais empolgante. huauauau...

Mas aproveitando o assunto, você sabe o que é esse "Círculo de Fogo" que inspirou o filme?
Círculo de fogo do Pacífico, ou Anel de fogo do Pacífico, é uma área onde há um grande número de terremotos e uma forte atividade vulcânica, localizado no Norte do Oceano Pacífico. O Anel de Fogo do Pacífico tem a forma de ferradura, com 40.000 km de extensão e está associado com uma série quase contínua de trincheiras oceânicas, arcos vulcânicos, e cinturões de vulcões e / ou movimentos de placas tectônicas. O Anel de Fogo do Pacífico tem cerca de 452 vulcões, são os tipos de vulcões mais destruidores chamados de vulcões "assassinos" e é o lar de mais de 75% dos vulcões ativos e latentes do mundo.1
(Fonte Wikipédia. Leia mais aqui)

Mas voltando ao filme em si, acho interessante como temas como esse do fim dos tempos permeiam cada vez mais o imaginário humano. (Recentemente também assisti ao filme Guerra Mundial Z, com Brad Pitt, que fala de uma guerra "viral" que contamina as pessoas, causando transtornos, mortes e caos total).
De onde viemos? Para onde vamos? Estaríamos sozinhos no universo? Tudo que começa tem realmente um fim? Os recursos naturais vão se esgotar? A humanidade vai passar fome? Terão guerras, bombas nucleares? Algum vírus mortal vai contaminar povos e nações? Estaríamos próximos do fim do mundo?

Isso mostra a nossa necessidade em termos respostas para tudo. Muito se estuda, mas pouco ainda se sabe. Acho que o universo tem um mistério, o qual nós não poderemos desvendar através da ciência, do humanismo e puramente da razão. Tem algo que vai muito além da nossa compreensão.

Tem um trecho de um livro que gosto muito que fala sobre isso a que eu me refiro, diz o seguinte: "(...) vi que o homem não pode compreender a obra que se faz debaixo do sol; por mais que trabalhe o homem para a descobrir, não a entenderá; e ainda que diga o sábio que a virá a conhecer, nem por isso a poderá achar."

Esse escritor não tinha a ciência e a tecnologia do filme em suas mãos, mas uma sabedoria que ultrapassa séculos e gerações.

Abração, pessoal.
Mileni


E quanto ao trecho do tal "livro", é a Bíblia. Confere lá: Ec.8:17


Nenhum comentário:

Postar um comentário