domingo, 23 de fevereiro de 2014

Sentimento de Nacionalismo


Abordaremos hoje um assunto específico e diferente de tudo o que já falamos aqui no Divã até agora. Contudo, não é um assunto novo.



É ano de Copa do Mundo, a qual será sediada aqui no Brasil. E por conta deste grande evento, os comentários, as matérias jornalísticas, as opiniões publicadas e compartilhadas estão crescendo rapidamente, seja sobre a Copa, seja sobre o Brasil, ou, o brasileiro. E todas elas, pelo menos as que eu li até agora, falam negativamente do Brasil. Alguns textos norte-americanos fazem duras críticas ao Brasil, assim como os europeus e, inclusive, o próprio brasileiro. E já que todo mundo se considera um pouco "cientista político", "sociólogo", "antropólogo" e "jornalista sensacionalista" que emite sua opinião "científica", mas com todo respeito, é só uma opinião dentre várias, venho aqui expressar apenas mais uma RELEVANTE opinião, e esta sim, será ótimo que divulguem.


Não é incomum vermos brasileiros desmerecendo seu próprio país e sua cultura (que ele mesmo está inserido, mas nada faz para promover alguma mudança). É moda no Brasil falar mal de político. Ser político no Brasil é algo quase "vergonhoso". O jornalista correspondente vem trabalhar no Brasil e publica no seu país matérias a nosso respeito que menosprezam o jeito do brasileiro e os problemas políticos, e alguns de nós veem isso como se o dele não tivesse problema algum. Não estou defendendo, tampouco menosprezando, estou apenas descrevendo um fato.

O brasileiro fala mal da educação, mas não educa seus filhos em casa e cobram da escola o que seria uma atribuição da família. Não tem tempo de ler livros com os filhos em casa e não estimulam a leitura. Falam mal do "mercado" do corpo e do sensualismo exacerbado, mas não ensinam suas filhas a se vestirem e a se portarem como damas, deixando-as que introjetem para si o jeito "piriguete" de ser. O brasileiro fala da falta de organização, mas não incentiva o estado organizado. Ou seja, brasileiro só sabe falar, criticar e blá-blá-blá. Daí, vem nosso amigo estrangeiro passar uns dias em nosso belo país, aprecia várias coisas em nossa cultura, mas é influenciado (por nós, o que é pior) a também compactuar com a onda de crítica nada construtiva.

Como todos vocês, não sou a favor da corrupção, sei que existem políticos indignos do cargo público que ocupam (infelizmente) e que são capazes de desviar fortunas e não investirem em educação. Vi uma matéria recentemente de uma pequena cidade do nordeste do nosso país que retratava exatamente essa situação. Crianças em situações desumanas de condições de ensino escolar. Mas sei também que existem políticos que tentam fazer o melhor que está em suas mãos. Também não sou a favor da imagem de sensualismo e nudez que são transmitidos, através do evento chamado carnaval.

Sei também que existe uma antiga história que influencia toda a nossa cultura: "Brasil colônia de exploração". Lembra das suas aulas de história do Brasil? E sei que cultura não se muda em uma década. Portanto, não estou alienada aos porquês e às origens de todas essas coisas.

Ok. Sabemos de tudo isso aqui apresentado. "Cultura", "colônia de exploração", "político corrupto", mas enfim, o que eu quero saber é: QUANDO VOCÊ, BRASILEIRO, VAI PARAR DE FALAR MAL DE SUA NAÇÃO? E MAIS, QUANDO VOCÊ VAI SAIR DA SUA INÉRCIA DE OUVIR ALGUÉM FALAR MAL DO SEU POVO E NÃO VAI SE DEFENDER?? Sim, SE defender, porque quando você defende sua nação você está defendendo a SI MESMO. Uma outra pergunta ainda melhor: quando você vai sair do "grupinho sentado que fala mal" e vai para o "grupo que faz alguma coisa prática pelo social"?

É ilógico e pouco inteligente falar mal daquilo que SOMOS PARTE. Por exemplo, o seu corpo é parte de um todo. Ele é formado por vários outros membros, certo? Imagine se você saísse por aí falando mal do seu braço esquerdo: "Esse meu braço é um inútil, não tem força como o outro braço, não tem a mesma destreza e habilidade motora, eu até o uso pouco, porque ele é um inútil...". Sem noção, não é? Brasileiro, é isso o que você faz toda vez que desmerece seu povo, sua família, seu bairro e seus demais grupos.




Críticas todos nós podemos fazer, mas MUDANÇAS TAMBÉM. Algo não está bom? Mobilize pessoas e com prudência e inteligência, intervenha a favor do seu grupo. FAÇA A SUA PARTE. Você não precisa ser cantor, jogador de futebol, celebridade, ou escritor pra ter influência de comunicação, o essencial você tem: sua família, vizinhos e amigos. Faça a diferença entre eles.

Brasileiro, pare de falar e AJA!

Tenho conhecimento de vários vídeos e textos que foram postados por brasileiros na internet, com críticas a respeito da Copa do Mundo e de outras situações sócio-econômicas. Concordo com muitos argumentos e acho que alguns são pertinentes e relevantes, devendo ser expostos para que o povo tome conhecimento e exercite seu poder como nação. Mas e a proposta de mudança? E a prática que promove mudança, qual foi mesmo a que deixaram? Nós nos reunimos (mesmo que em grupos pequenos na comunidade), para debater, investigar e escolher em quem votar? Pois é, nada a declarar!

Devemos parar de fantasiar que o Brasil é o país mais corrupto do mundo. NÃO É. Você lê pesquisas organizadas pela ONG que divulgam o índice de corrupção? Creio que muitos não. Então, vou divulgar aqui para que tomem conhecimento. CLIQUE AQUI.

Portanto, outros países também são corruptos, inclusive muito mais do que o Brasil. Tenha em mente que TODOS os países têm problemas políticos, sociais e econômicos, uns em maior escala, outros em menor, mas têm.

SENTIMENTO DE NACIONALISMO: onde está o seu, brasileiro? Até quando você vai usar a desculpa de que o Brasil é um país novo e não vai desenvolver o patriotismo? Quinhentos anos para desenvolver patriotismo? Quanto tempo mais precisamos? Quantos textos mais você vai publicar apenas com críticas como se não houvesse quase nada de bom no seu país? E quantas pessoas a mais você vai deixar falar mal da sua terra abençoada, como se tudo o que ela produzisse fosse ruim ou pouco relevante? Querido Brasil, não se compare a outras nações, você é diferente e único.

Brasileiro, você compõe um dos povos mais criativos do mundo. Nossa alegria e carisma são falados aos quatro cantos da Terra. Você não é só o país do futebol, é também o criador do primeiro aeroplano do planeta; você é capaz de ver a si mesmo, de se enxergar perante o mundo. Você não encobre seus próprios erros como nação. Brasileiro, você é o criador da urna eletrônica, e do soro antiofídico (um soro contra veneno de cobras); é também o criador do painel eletrônico, do escorredor de arroz, do cartão telefônico, do câmbio automático dos carros. Você, brasileiro, ganha premiações mundiais no cinema e na música. Você é autor, criador, poeta, contestador. Você é escritor que tem livros traduzidos em vários idiomas pelo mundo. Você expressa sua fé com convicção, você fala de Deus e de religião. Você guarda na sua nação a maior parte da Floresta Amazônica, considerada o pulmão do mundo. Você, brasileiro do bem, é maioria.

E quanto a você, querido estrangeiro, és muito bem vindo em nosso país, mas vá falar mal do seu. Tenho certeza que seu país tem muitas falhas econômicas e sociais que precisam ser corrigidas. Fique atento ao seu país, faça alguma coisa por ele e venha visitar o  meu para curtir as belezas naturais e ser contagiado com a alegria do meu povo. Nós não precisamos de críticas ao vazio. Quer melhorar algo no Brasil? Por favor, esteja à vontade para colocar a mão na massa e começar a trabalhar em prol dessa mudança. Nós o agradecemos e o apoiamos.

Brasil, ELEVE SUA AUTOESTIMA COMO NAÇÃO, você tem muitas razões para isso. Costumo brincar com os amigos, que eu considero o nosso país a segunda "Canaã", "terra que mana leite e mel". Nossa terra é rica, nosso clima é tropical. Somos o país da diversidade!

A Copa do Mundo está chegando. Vamos receber nossos turistas com gentileza, educação, deferência e cortesia. Sempre que um turista estrangeiro aproximar-se de você, procure contar as boas criações do Brasil. Conte como o Brasil superou toda a exploração histórica que aconteceu na época do Brasil-colônia e como ainda supera outras crises. A razão é VOCÊ, brasileiro!  E se for viajar para o exterior, faça o mesmo. 

Toda vez que eu falo das riquezas do nosso país a algum estrangeiro, ou simplesmente falo da representação que a Floresta Amazônica tem para o mundo, o estrangeiro me responde: "é mesmo? Não sabia!!" É claro que não sabia, brasileiro não conta essas coisas. Mas a partir de hoje, sei que você vai contar. Eleve o seu país perante o mundo e orgulhe-se de ser BRASILEIRO, afinal você vive "num país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza".


Mileni Barros



(Eu amo o meu país e sempre que posso procuro contagiar pessoas com boas opiniões e bons sentimentos a respeito do nosso rico Brasil. E estou fazendo a minha parte aqui em meu pequeno grupo social. E obrigada a você anônimo, ou, "famoso" que não está de braços cruzados e apesar das suas limitações e do pouco recurso está fazendo a diferença por esse país. O Brasil precisa de pessoas como vocês. Mileni).



Leia também:
- Invenções brasileiras (texto 1, texto 2, texto 3, texto 4). 


- Praia brasileira é eleita a mais bonita do mundo: três praias brasileiras ficaram entre as 15 mais bonitas. (Leia aqui).







6 comentários:

  1. (Rodrigo Limeira).

    Eu entendi o que vc quis dizer. De brasileiro que mete a lenha no Brasil, mas não move uma palha para melhorar. Mete a lenha, mas está assistindo big brother e defendendo e votando em "dirceus". Também acho que se queremos progresso, deve começar pela gente. Nada como morar fora pra gente ter uma ideia da nossa realidade. Já fiquei em alguns países da europa e agora estou aqui no canadá como vc sabe. Os canadenses são muito orgulhosos de seu país. É um país muito bom, mas nada se compara ao nosso Brasil. Eu acho que é tanta gente emitindo boas opiniões como a sua, que aos poucos as pessoas vão tomando consciência e melhorando o lugar onde elas fazem parte. Li as invenções e muitas me surpreenderam. Vou contar pra todo mundo que eu conheço aqui no canadá. hahaha. Abraço.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rodrigo. Obrigada por comentar aqui no Divã. Está tudo bem com você?

      Exatamente, problemas todos os países têm, mas se queremos mudanças devemos mudar pequenas atitudes do dia a dia no nosso meio social. Críticas isoladas não ajudarão. Penso que o Brasil é um país com grande potencial para o desenvolvimento e tudo o que temos que fazer é colaborar para isso.

      Abração.

      Excluir
  2. Amiga,adorei seu blog,e gostei muito da sua abordagem nesse texto.Daí eu me lembrei de uma lista que já compartilhei no facebook e essa lista inspira uma reflexão em que só podemos concluir que o único jeito de mudarmos o mundo é mudarmos a nós mesmos. Sim,cada povo tem o governante que merece. E cá entre nós,quem é tão reto que nunca tenha cometido alguns dos erros citados abaixo? Pois é.Talvez os tivéssemos cometido por ignorância da dimensão das consequências de nossos atos.Então sugiro adotarmos uma mudança de comportamento, começando por nós mesmos,onde for necessário! Vamos fazer O QUE É CERTO unicamente por ser certo, e não porque nos falaram que é certo. Vamos dar o bom exemplo,é urgente!

    1 – Saqueia cargas de veículos acidentados nas estradas. 2 – Estaciona nas calçadas, muitas vezes debaixo de placas proibitivas. 3 – Suborna ou tenta subornar quando é pego cometendo infração. 4 – Troca voto por qualquer coisa: areia, cimento, tijolo, dentadura. 5 – Fala no celular enquanto dirige. 6 -Trafega pela direita nos acostamentos num congestionamento. 7 – Para em filas duplas, triplas em frente às escolas. 8 – Viola a lei do silêncio. 9 – Dirige após consumir bebida alcoólica. 10 – Fura filas nos bancos, utilizando-se das mais esfarrapadas desculpas. 11 – Espalha mesas e churrasqueiras nas calçadas. 12 – Pega atestados médicos sem estar doente, só para faltar ao trabalho. 13 – Faz ” gato ” de luz, de água e de tv a cabo. 14 – Registra imóveis no cartório num valor abaixo do comprado, muitas vezes irrisórios, só para pagar menos impostos. 15 – Compra recibo para abater na declaração do imposto de renda, para pagar menos imposto. 16 – Muda a cor da pele para ingressar na universidade através do sistema de cotas. 17 – Quando viaja a serviço pela empresa, se o almoço custou 10 pede nota fiscal de 20. 18 – Comercializa objetos doados nessas campanhas de catástrofes. 19 – Estaciona em vagas exclusivas para deficientes. 20 – Adultera o velocímetro do carro para vendê-lo como se fosse pouco rodado. 21 – Compra produtos pirata com a plena consciência de que são piratas. 22 – Substitui o catalisador do carro por um que só tem a casca. 23 – Diminui a idade do filho para que este passe por baixo da roleta do ônibus, sem pagar passagem. 24 – Emplaca o carro fora do seu domicílio para pagar menos IPVA. 25 – Freqüenta os caça-níqueis e faz uma fezinha no jogo de bicho. 26 – Leva das empresas onde trabalha, pequenos objetos como clipes, envelopes, canetas, lápis…. como se isso não fosse roubo. 27 – Joga lixo nas ruas de forma absolutamente inconsequente. 28 – Comercializa os vales-transporte e vales-refeição que recebe das empresas onde trabalha. 29 – Falsifica tudo, tudo mesmo… só não falsifica aquilo que ainda não foi inventado. 30 – Quando volta do exterior, nunca diz a verdade quando o fiscal aduaneiro pergunta o que traz na bagagem. 31 – Quando encontra algum objeto perdido, na maioria das vezes não devolve. 32 – Se alguém lhe devolve troco a mais ou o caixa do banco lhe entrega dinheiro de mais, muitas vezes faz de conta que não viu. 33 – Embora jovem e forte, finge que está dormindo no ônibus, se percebe alguém idoso ou uma mulher grávida de pé, para não dar o lugar.E quer que os políticos sejam honestos… Mas os políticos que aí estão não saíram do meio desse mesmo povo? O brasileiro reclama de quê,afinal?? (Autor Desconhecido)

    Michelle Gomes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Huauuu, Mi, que comentário!! Obrigada!

      Com certeza, para mudarmos algo é necessário mudarmos primeiro a nós mesmos.

      Nesse texto, eu quis enfatizar que o brasileiro fala muito mal de seu país, dá oportunidades para o estrangeiro também falar mal, mas pouco (ou nada) faz para mudar.

      Problemas TODOS OS PAÍSES TÊM. Eu tenho tido a oportunidade de conversar com pessoas que moram em outros países, e eles relatam os mesmos problemas que os nossos. Os graus podem variar, mas em compensação eles enfrentam problemas que nós não enfrentamos. E percebo ainda que nosso país tem coisas de muito mais valor do que alguns outros.

      NÃO É UMA QUESTÃO DE "TAPAR O SOL", mas de valorizar o que é bom e mudar o que é ruim.

      Leio nas redes sociais pessoas que falam que têm vergonha de ser brasileiro. Ok! Mude-se para um vilarejo no meio do nada em outro país qualquer. Para onde quiser. Não é obrigado a ficar aqui não.

      Tem pessoas que não sabem ser cidadãos coerentes e sensatos.

      Beijos e obrigada pelo comentário.

      Excluir
  3. Concordo!Acho que na verdade o brasileiro sofre do ''complexo de vira-latas'' ao exaltar ou criticar apenas as coisas ruins que o Brasil têm: favelas,corrupção,sistema de saúde precário,mulheres semi-nuas,pobreza,crianças carentes,gente coitada e outras 'brasileirices''.Por que não mostrar nossa vasta Amazônia? Nossas GIGANTESCAS PLANTAÇÕES no centro-oeste.A selva de pedras se perdendo no horizonte como qualquer metrópole americana.São Paulo! Nossa mega-produção de biocombustíveis? Por que não mostra a prosperidade da região Sul? Ou as nossas paradisíacas praias e belezas naturais?Não,é melhor mostrar como somos coitados.Quem sabe não recebemos qualquer esmolinha...rsrsrs

    Beijos Mi,vou continuar comentando!

    ResponderExcluir