domingo, 23 de março de 2014

Ciúme pra quê?



  Escrito por Mileni Barros
Psicóloga & Coach
Hipnose Terapêutica

O ciúme se manifesta diante da possível ameaça de perder o amor, ou a prioridade do outro com quem mantemos uma relação. Geralmente, o ciúme é causado pelo medo, sentimento de posse e insegurança.

Existem níveis variados de ciúme, assim como cada grupo de pessoas lida de maneira diferente com ele. Alguns sentem pouco ciúme, outros conseguem administrar bem esse sentimento e não o demonstram, porém, existem aqueles que se sentem muito ameaçados e, portanto, tentam exercer maior controle nas atividades do parceiro. O ciúme varia do grau mais baixo ao mais elevado que é o ciúme patológico. A explicação psíquica do ciúme tem origem nos mecanismos psicológicos infantis e nas crenças afetivas que foram consolidadas ao longo da história de vida da pessoa.

Tanspondo limites oceânicos

Pessoal, passando aqui para mostrar a imagem inédita e editada especialmente para o nosso Divã, que ganhamos de um colega italiano que conheceu nosso blog.

Olhem que demais!!!





E aí pessoal, qual vocês gostaram mais? 
 
Estas imagens foram criadas pelo Massimiliano, que mora na Itália, se não me engano região da Campânia. 

Max, sai che ancora non parlo molto bene l'italiano, non è vero? hahahaha... Ma come ho detto, grazie mille per la tua attenzione e gentilezza. Mi è piaciuto molto. Ho scritto corretto?? =)

E pessoal, aproveito para compartilhar com vocês o quanto a internet tem nos permitido receber o carinho de pessoas que estão em muitos outros países!!

Meu carinho é sem tamanho!!!

 (Essa estatística foi tirada hoje até às 12h, p.m).


Obrigadaaa!!!

Amo cada vez mais!!

Mileni.





sábado, 22 de março de 2014

Dica de livro: "O Poder".

Gostaria de retomar nossos textos com uma dica de livro. Eu costumo ler alguns livros, e os que não são de leitura profissional específica, gosto de recomendar aqui pra vocês. (Mas se alguém quiser alguma indicação na área de psicologia, é só me pedir que eu dou minha opinião, dentro daquilo que eu conheço.)

E hoje eu gostaria de indicar um livro que passei a ter muita estima por ele. Chama-se O PODER, da autora Rhonda Byrner*. Eu falei desse livro na reunião do Clube da Leitura do qual faço parte, e portanto, não poderia deixar de indicá-lo aqui no Divã também.






Esse livro fala de um poder que existe dentro de nós e como ele é capaz de transformar nossas vidas. Também orienta como cultivar esse poder dentro de nós.

Bate-papo com o leitor

Olá meus queridíssimos leitores, como vão?

Durante essa semana, um amigo me mandou um e-mail perguntando o que tinha acontecido comigo que eu não estava mais publicando textos no blog. Aproveito para responder coletivamente. ;-) Não aconteceu nada de especial, amores; apenas muitos compromissos nessas duas últimas semanas que passaram. Eu tive compromissos durante os três turnos do dia e ficou difícil sentar para redigir um texto. Por isso, peço-lhes DESCULPAS pela breve ausência. Mas eu li todos os recados que recebi e estou aqui hoje para colocarmos os "assuntos" em dia, ok?

Bem, dada as justificativas, vamos ao que interessa, pois a minha saudade é sem tamanho.
Fica conectado aí que daqui a pouco sai um post novo.

Grande beijo a todos!

Mileni





quinta-feira, 6 de março de 2014

Razão ou emoção? Que dúvida!



É muito comum as pessoas apreciarem o "jeito racional de ser". Alguns priorizam a razão como se as emoções fossem algum sintoma negativo. Outros por sua vez, se desesperam porque costumam ser tomados pelas emoções e não conseguem controlá-las como deveriam. Desde a antiguidade, a razão (entenda o estado racional de espírito) é algo apreciado e valorizado nas mais variadas culturas, sobrepondo inclusive, às emoções. Consequentemente, caímos nesse dualismo: razão ou emoção? Como agir? O que priorizar?

O excesso de racionalidade, ou seja,  a não EXPRESSÃO das emoções, pode interferir nas nossas relações mais próximas, assim como as emoções negativas e exageradas tendem a trazer consequências pouco apreciadas por nós no dia a dia. 

quarta-feira, 5 de março de 2014

Rapidinha no Divã

Olá queridos leitores!!! Como estão todos?

Estava com saudades imensas de estar com vocês aqui no nosso Divã.

Feriado de carnaval acabou... E aí, se divertiram? Descansaram bastante? Curtiram os amigos e familiares? Espero que sim. Eu curti a praia, família e uma boa leitura. ;-)



Mas então, vamos começar os trabalhos? Estou passando aqui no blog para dizer que amanhã sai um post fresquinho pra vocês, ok? Voltei com boas ideias de temas para publicar aqui no Divã. Aceito mais sugestões.

Por enquanto, hoje, estou aproveitando o dia para responder os e-mails que recebi.

Até amanhã.
Um beijo para todos!!!

Mileni.