sábado, 26 de abril de 2014

Você está bem consigo mesmo?






Responda as seguintes perguntas:

- O que você pensa a respeito de si mesmo?
- E o que você SENTE sobre você? Você gosta de como você é? Gosta das suas atitudes e dos comportamentos que emite?
- Você acha que faz mais escolhas acertadas, ou acha que está errando com frequência?

As respostas para estas perguntas nos ajudam a delimitar um norte para saber se estamos bem com a gente mesmo ou não, pois a primeira pessoa com que nos relacionamos somos nós mesmos, e a maneira como nos sentimos reflete em todas as outras áreas da nossa vida.

Quando a pessoa não está bem consigo mesma, ou seja, quando ela não está em paz com quem ela é, tudo o que ela toca não flui.



Sentimentos que atrapalham as pessoas de estarem bem consigo mesmas:

1. Sentimentos de inferioridade

Sentir-se desvalorizado. Categorizar pessoas em "níveis de superioridade ou inferioridade". Sentir-se incapaz para desenvolver potenciais. Considerar que vale menos porque não "tem" tanto quanto outros ao nosso redor possuem.

2- Medo

O medo paralisa a pessoa e a impede de agir, de tomar iniciativas, de tentar, de competir e de lutar. Consequentemente, ele é consideravelmente maléfico para o nosso bem estar interior e nos impede de nutrirmos uma opinião positiva a respeito de nós mesmos.

3- Culpa

Culpar-se por algo que deveria ter feito e não fez, considerando que o resultado daria um desfecho diferente à situação atual, ou culpar-se por algo que fez, mas falhou. A culpa é um desses sentimentos que mais agridem nossa alma. 

Aprisionar-se na "jaula da culpa" é tirar de si mesmo a alegria e a beleza que a vida nos apresenta dia após dia.

4- Ressentimentos

Dores passadas que não foram resolvidas. "Re-sentir" a mesma dor várias vezes ao longo de meses ou, em alguns casos, até anos.

Todos esses sentimentos não só nos impedem de nos sentirmos bem com quem somos, como também nos atrapalham de estar bem com os outros com quem convivemos.

 

Como ficar bem consigo mesmo:

Primeiro ACEITE-SE

A auto aceitação é o pilar para toda mudança necessária e para a cura emocional. Aceitar-se com qualidades e defeitos é um ato que reflete nosso amor próprio. Inclusive, quando aceitamos que é preciso mudar comportamentos e maneiras de pensar.

Perdoe

Perdoar a si mesmo e perdoar aqueles que nos decepcionaram e nos feriram. O perdão é a "chave mestra" para nos curarmos da culpa e do ressentimento.

Descobrir quem é você e PRATICAR o que você TEM de MELHOR.




Mileni Barros







Nenhum comentário:

Postar um comentário