Queridos leitores, 

Como estão? Eu estou com saudades.
Temos novidades no post do blog hoje, na verdade trata-se de um guest post, ou seja, nosso texto foi elaborado por um convidado muito especial, um amigo hermano Argentino que passou três meses aqui no Brasil durante o corrente ano. E muito atenciosamente ele resumiu em linhas gerais sua opinião sobre esses meses de aventura, férias e turismo aqui entre nós.

Gostaria de agradecer ao Leandro Hoop, nosso convidado de hoje, sua atenção, carisma, educação e por ter dedicado algum tempo para escrever sua opinião, diga-se de passagem, muito positiva a respeito do nosso Brasil. Tive a satisfação de ser presenteada com mais essa amizade na minha vida. Obrigada, Léo.

Lembrando que opiniões sobre comportamentos culturais são bem-vindos em nosso Blog, expressando, portanto, o cerne do nosso objetivo: o comportamento humano.


Minha opinião sobre o Brasil, por Leandro Hoop.
(Estudante de turismo; 25 anos. Já conheceu também outros países como Espanha, Bolívia e Peru). 

(Foto tirada em Fortaleza)


Fazia alguns anos que eu tinha vontade de conhecer o Brasil. Tomei a decisão de viajar depois de começar um trabalho que não achava muito bom para mim. Pensei em trabalhar durante um ano e depois sair para fazer um curso no Rio e viajar por outros estados do Brasil.

O tempo passou e depois de pesquisar muito eu já estava pronto para minha grande aventura. A ideia do curso não deu certo, mas eu queria conhecer esse grande país de qualquer jeito.

Meu primeiro destino foi o Rio de Janeiro. Todo o mundo tinha falado da receptividade do povo brasileiro, e eu comecei a perceber isso assim que cheguei no aeroporto. Uma senhora começou a conversar comigo e nunca pensei que continuaríamos conversando durante as próximas seis horas. Ela me deu um cartão para descontos numa rede de supermercados em Copacabana, também arrumou para mim uma pessoa que trocava dinheiro para o câmbio (já que o banco estava fechado), me ajudou a pegar o ônibus e até me deu seu número de celular caso eu precisasse de qualquer coisa durante minha estadia na Cidade Maravilhosa.

No meu primeiro mês no Brasil eu pude perceber a alegria com que vive a maioria dos brasileiros, todo mundo disposto a ajudar em qualquer momento.  Algo que eu particularmente gostei muito e que não vejo tanto aqui na Argentina é que as pessoas usam muitas roupas com as cores do Brasil ou com a bandeira do país; não só os mais jovens, como também os mais velhos, tanto homens quanto mulheres. Adoraria se isso acontecesse aqui na Argentina e não só usarmos as cores da nossa pátria durante a Copa do Mundo. 

Muitas vezes na rua me perguntavam a hora e ao ouvir meu sotaque as pessoas se interessavam em saber de onde eu era e como eu tinha chegado até o lugar em que estava. Mas sempre com muito respeito e amabilidade. 
 
Provei muitas comidas típicas e achei todas muito boas. A princípio não entendia como as pessoas podiam comer todos os dias arroz, feijão e farofa, mas pouco a pouco fui me acostumando. Só senti muita falta do pão na hora das refeições; hahaha. Outra coisa que amei foi a variedade de frutas que tem. Provei frutas que nem sabia que existiam.*

Muitos brasileiros me diziam antes de viajar, que eu estava louco por viajar sozinho devido a insegurança nas ruas. Eu acho que o Brasil é um pais grandíssimo em que é possível conhecê-lo sem problemas, só temos que ter os cuidados necessários como em todos os outros países do mundo.

Também descobri que o Brasil não é só um país de praias bonitas como a maioria das pessoas pensam (pelo menos aqui na Argentina). Eu conheci cidades de alto valor histórico como Ouro Preto e Olinda, as quais fiquei maravilhado com sua arquitetura e história.

No sul do Brasil, especificamente no Rio Grande do Sul, fiquei surpreso já que eles têm muitos costumes iguais aos argentinos, como o chimarrão e até palavras como “tchê” que é usada em toda a Argentina, e outras como “Guri” que também se usam em algumas províncias argentinas. Nunca pensei que fôssemos tão parecidos e agora entendo mais um pouco porque nos chamam de “hermanos”.

Fiquei 3 meses no Brasil e minha experiência foi 100% positiva em todos os sentidos. Graças a Deus eu não tive problema nenhum, pude conhecer muitas das belezas naturais e trouxe comigo muitas lembranças, aprendizagens, experiências e sobretudo boas amizades.

Eu gostei tanto deste país “irmão” que tenho vontade de voltar para ficar. Penso que encontrei meu lugar no mundo e esse lugar se chama Brasil...

Eu queria agradecer a minha amiga e dona deste blog porque ela sempre se preocupou comigo durante toda minha viagem. Além de conhecer um grande pais, eu conheci uma grande pessoa e isso não tem preço.

Leandro Hoop.


(Leo, nós brasileiros estamos de braços abertos esperando seu retorno. Já é um de nós. Grande abraço. Mileni).

*(Durante a viagem ele chegou a falar comigo sobre a variedade das frutas e que os nossos sucos naturais são muito mais saborosos, rs, hehehe).