segunda-feira, 30 de março de 2015

O cão negro chamado depressão






Eis um vídeo criativo e informativo. Se conhece alguém que está apresentando sintomas de depressão, ou, se você mesmo está enfrentando essa doença, assista o vídeo como inspiração para enfrentar os sintomas, ou, para ajudar alguém a superá-la.

Lembrando que o tratamento adequado para depressão associa psicoterapia e psicofármacos. Procure ajuda profissional. 

Mileni Barros





(Amplie a tela do vídeo).






quinta-feira, 19 de março de 2015

Aprendendo a lidar com a frustração





Escrito por Mileni Barros
Psicóloga & Coach
Hipnoterapeuta

Frustração é aquela sensação de impotência, decepção e descontentamento que sentimos toda vez que os nossos planos e objetivos não foram realizados. A gente esperava uma coisa e acontece outra, deixando-nos frustrados. Junto com a frustração vem os sentimentos de raiva, apatia, desmotivação e tristeza.

Todos nós podemos nos sentir frustrados diante das mais variadas situações. Nem sempre aquilo que esperamos é o que acontece e, embora saibamos disso, muitas vezes não reagimos com moderação e aceitação. O tempo todo fazemos planos que são possíveis de serem frustrados. Às vezes esperamos que as pessoas reajam de alguma forma específica, mas isso não acontece; ou esperamos que as situações confluam a nosso favor, mas somos surpreendidos com o contrário.

Não temos como evitar as frustrações, pois não exercemos o controle sobre todas as pessoas e situações, porém, podemos ter o controle sobre nossas reações. Devemos, portanto, desenvolver a habilidade de lidar com esses momentos em que nos sentimos frustrados.

Algumas pessoas reagem muito mal à frustração, apresentando reações muito coléricas com aqueles que estão ao seu redor. Outras, tentam aliviar essa frustração nos vícios, na alimentação, ou no consumismo exagerado.

Crianças que tiveram seus anseios prontamente atendidos, tendem a ser adultos com dificuldade em lidar com o "NÃO" e com a interpretação subjetiva de que "seu desejo não pode ser atendido". Inclusive, alguns indivíduos reagem fazendo chantagens e ameaças quando se sentem frustrados.

Como, então, lidar com a frustração?

terça-feira, 3 de março de 2015

E você, como vê?


Nos últimos dias as redes sociais divulgaram a foto de um vestido em que as pessoas viam-no com cores diferentes. Branco e dourado, ou preto e azul? As opiniões divergiam e aqueles que viam uma determinada cor não entendiam como os outros o viam de outra cor completamente diferente. A polêmica tomou proporções mundiais.

As explicações neurocientíficas foram dadas nos devidos noticiários, que informaram que esse é um fenômeno natural do cérebro para identificar a luminosidade. (Para mais detalhes clique AQUI).

Entretanto, podemos tirar outras conclusões e trazer algumas reflexões sobre a nossa maneira de perceber o mundo e as demais coisas ao nosso redor. 

Afinal, o que a polêmica do vestido nos ensina?

- Que aquilo que é uma verdade para uma pessoa, pode não ser para outra. Cada um capta os estímulos ao seu redor de maneira diferente e isso influencia nossa cosmovisão e, consequentemente, tem reflexos em nossa maneira de agir.

- Que nem tudo que parece é. Pode parecer óbvio, mas muitas vezes insistimos em convencer os outros a verem as coisas como nós vemos, quando nem sempre a nossa alternativa é a melhor.

- Ensina também que a nossa percepção pode nos enganar.

- Que a nossa mente interpreta as situações de formas variadas e o nosso cérebro pode usar mecanismos diferentes de respostas, variando de pessoa para pessoa, inclusive nos oferecendo interpretações contrárias à realidade.

- Que nem sempre há certo e errado, mas simplesmente maneiras diferentes de enxergar.

- A polêmica do vestido nos ensina também que, achar o outro um "estranho" só por que ele não vê como nós vemos, é um julgamento precipitado e que ainda temos muito para progredir nesse aspecto.

- Que julgar o outro sob a nossa ótica é uma falha, porque a nossa ótica pode não ser a mais correta, ou a melhor, mas apenas mais uma entre várias.

Isso explica por que julgamos tanto os outros e as situações ao nosso redor.

E explica também por que aquilo que é um problema para uma pessoa não é para outra. A compreensão desses pontos nos permite um olhar mais cuidadoso em relação às pessoas, para que nós suspendamos nosso julgamento e assim busquemos entender, de fato, as atitudes daqueles que convivem conosco.


Na verdade, as perguntas que o referido vestido nos deixa são outras:
Qual é a cor da vida pra você? Como você vê as situações e as pessoas ao seu redor? Quais são as cores que têm colorido o seu mundo?


O nosso olhar diz muito sobre nós mesmos!

Mileni Barros




domingo, 1 de março de 2015

Rapidinha no Divã


Queridos leitores, 

Como estão? Sei que andei sumida, mas é por uma justa causa. Estava fazendo cursos. Aliás, ainda estou, porém, a maratona mais intensa acabou. 

Saudades de postar aqui pra vocês. Ando com ótimas ideias de assuntos para a gente compartilhar. Amo o nosso Divã. Embora ele seja simples e ainda sem anúncios, pois não me preocupei com essa parte, amo esse momento de interação virtual aqui no Blog. Tenho um carinho e um respeito imenso pelas histórias de vocês.

Os e-mails que recebi essa semana já foram lidos, mas ainda vou respondê-los. Aos que enviaram, peço para aguardarem só mais um pouquinho que estou respondendo por ordem de chegada.

Estou lendo livros incríveis e estou com uma super vontade de compartilhar aqui com vocês. E os filmes que tenho visto? Nossa!! São daqueles filmes que todo mundo deveria assistir para poder apreender as lições que eles transmitem. Também farei resenhas deles e aos poucos vou postar aqui no Divã.

Fiz um curso de Professional and Self Coaching pelo IBC (Instituto Brasileiro de Coaching). Em outra oportunidade farei um artigo explicando do que se trata para que todos saibam como funcionam essa ferramenta incrível que é o coaching. Estou apaixonada! Com certeza saí desse curso sendo uma profissional mais capacitada para proporcionar mudança na vida daqueles que assim buscarem, através do autoconhecimento e das práticas efetivas que o coaching proporciona.

Bem, vamos trabalhar? Amanhã já é segunda-feira, gostaria de desejar uma semana abençoada, cheia de Paz, força, energia, ânimo e pensamentos positivos para todos nós.

Abraço apertado.

Mileni Barros

(Foto: arquivo pessoal. --> Esta sou eu recebendo dois dos certificados do curso. E este da foto é o Treinador Master da competente equipe da instituição de ensino. / Foram dias de carga horária intensa e este foi o último dia. Apesar do desgaste físico, o coração estava cheio de alegria).