quinta-feira, 19 de março de 2015

Aprendendo a lidar com a frustração





Escrito por Mileni Barros
Psicóloga & Coach
Hipnoterapeuta

Frustração é aquela sensação de impotência, decepção e descontentamento que sentimos toda vez que os nossos planos e objetivos não foram realizados. A gente esperava uma coisa e acontece outra, deixando-nos frustrados. Junto com a frustração vem os sentimentos de raiva, apatia, desmotivação e tristeza.

Todos nós podemos nos sentir frustrados diante das mais variadas situações. Nem sempre aquilo que esperamos é o que acontece e, embora saibamos disso, muitas vezes não reagimos com moderação e aceitação. O tempo todo fazemos planos que são possíveis de serem frustrados. Às vezes esperamos que as pessoas reajam de alguma forma específica, mas isso não acontece; ou esperamos que as situações confluam a nosso favor, mas somos surpreendidos com o contrário.

Não temos como evitar as frustrações, pois não exercemos o controle sobre todas as pessoas e situações, porém, podemos ter o controle sobre nossas reações. Devemos, portanto, desenvolver a habilidade de lidar com esses momentos em que nos sentimos frustrados.

Algumas pessoas reagem muito mal à frustração, apresentando reações muito coléricas com aqueles que estão ao seu redor. Outras, tentam aliviar essa frustração nos vícios, na alimentação, ou no consumismo exagerado.

Crianças que tiveram seus anseios prontamente atendidos, tendem a ser adultos com dificuldade em lidar com o "NÃO" e com a interpretação subjetiva de que "seu desejo não pode ser atendido". Inclusive, alguns indivíduos reagem fazendo chantagens e ameaças quando se sentem frustrados.

Como, então, lidar com a frustração?


1- Identifique quais situações e momentos que costumam lhe frustrar. Perceba aquelas em que você tem mais dificuldade de aceitar os fatos, ou uma contra-argumentação. 

2- Sempre considere a possibilidade de algo não sair conforme você espera, ou, tenha em mente uma espécie de "plano B" quando algo fugir do esperado.

3- Entenda que todos têm a capacidade de se adaptar a qualquer situação. Tudo depende da maneira como interpretamos as circunstâncias a nossa volta. Você pode suportar e superar qualquer ocorrência fora do seu controle por mais dolorida que seja. 
4- Aceite que a situação não saiu conforme fora planejada. Exatamente isso: simplesmente aceite. Quanto mais investimos energia enfurecidos, manipulando e tentando controlar tudo e todos, mais tempo a frustração permanece.

5- Abra mão de querer ter sempre a razão. Quanto mais nos convencemos de que estamos certos diante das situações que vivemos, mais intolerantes à frustração nos tornamos. Nem sempre se trata de ter alguém certo e outro errado. Tudo é uma questão de ponto de vista. É possível que existam duas ou mais interpretações verdadeiras e coerentes. A razão perde a força na maioria das circunstâncias, portanto, se desfaça dela em alguns momentos.

6- Procure controlar suas reações, primeiramente pensando e só depois agindo. Diga para si mesmo "estou com raiva", "me sinto frustrado", "mas posso lidar com isso", "já superei situações em que me senti dessa forma". Quando você identifica o que sente, você amplia seu poder de aceitação. Em seguida, substitua seus pensamentos conforme orientado acima.

7- Não alimente os sentimentos de ira, nem tristeza, após uma frustração. Uma coisa é senti-los, outra é mantê-los. Quanto mais você os mantiver, pior se sentirá. Compreenda suas emoções e canalize-as de forma adequada. Procure conversar com alguém contando como se sente, ou faça algo que goste como assistir filmes, fazer atividade física, ler, meditar, etc. Qualquer coisa saudável que te faça espairecer.

8- Respeite o seu tempo de adaptação. Faça o melhor que puder, mas se respeite enquanto estiver nesse processo. 

9- Tire as lições necessárias: o que você poderia ter feito melhor? Como fazer diferente em uma próxima vez? Qual a melhor maneira de reagir? O que fazer para lidar melhor quando se sentir frustrado?

10- Tenha foco e objetivos pessoais. Reencontre suas motivações e aspirações. Se não conseguir sozinho, procure apoio profissional para desenvolver sua inteligência emocional e aprender a administrar suas emoções.

11- Continue a caminhada. Ria de si mesmo, tente usar o bom humor. A vida é essa bela arte de equilibrar anseios e desejos, encontros e desencontros, idas e vindas, chegadas e partidas. Você consegue! Existe um potencial incrível dentro de você.

Mileni Barros
Psicóloga










Nenhum comentário:

Postar um comentário